Segunda-feira, 6 de Março de 2006

O dia em que os anjos perdem as asas...

mulher_e_anjo_.jpg (imagem - pesquisa google)

Os segredos que ainda não escrevi
Nas mãos dos sonhos perdidos
Por vezes enlouquecem-me.
E depois o caos bate na minha porta.
Não fujo, não consigo
E tudo à minha volta gira na minha roda,
No meu destino.
Não queria que girasses quando eu giro
Aqui nos meus segredos…
Não quero transbordar-te de tristeza…
Quero-te longe deles.
Não mereces estes meus medos, estas minhas memorias
Imemoráveis…
Perdoa-me.
Agora e sempre que gires comigo
Nesta minha alucinante roda da vida.
Perdoa-me.
Por não conseguir ser lúcida nestes momentos.
Eu devia sê-lo mas há algo maior que ainda não aprendi.
Ainda não consigo me libertar.
Que o toque das minhas desgraças não te toquem.
Porque no teu caminho não mereces a tristeza
Deste meu olhar triste
Que surge sem eu saber quando vem, nem quando parte…
publicado por mithus às 23:07
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De alma ébria a 24 de Março de 2006 às 00:19
Parabéns pelo 1º ano de Blog!


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. O dia em que os anjos per...

. Para "The Perfect Woman"

. É a ausência do visível, ...

. A história da ponte dos a...

. Quero-te, numa noite de V...

. Somos um

. Luz da minha vida...

. Imaginarium of the ALIEnS

. ...oo00O...ALIEnS...O00oo...

. A rosa da tua vida

.arquivos

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds