Sábado, 24 de Dezembro de 2005

A história da ponte dos amantes

monet6a.jpg (imagem de Monet)

Do outro lado da ponte
Vejo beijos de dois caminhantes.
Simples desconhecidos,
Outrora…
Mas agora… hum…
Agora caminham juntos
Navegam por entre mundos
Por entre a verdejante planície de alegrias…
Contam as historias do tempo
Cantam as cantigas do amor…
Ai esse amor…
Esse amor estrelado…
Viajado…
Felicitado…
Pelas passos de um rio abençoado
Nas margens da todos os reflexos coloridos…
Foram abraçados belos olhos do bosque…
De todos os seus seres encantados,
Adocicados,
Delicados,
Que transmitem o azul da tranquilidade,
O vermelho e o laranja do calor…
O rosa da felicidades,
O amarelo da luz que se tornaram um para o outro,
O branco dos sonhos encantados,
Mágicos,
Cintilantes.
De entre o bater cristalino,
Das águas debaixo da ponte,
Ouvem-se as vozes,
Dos seres do bosque,
Que cantam o fado dos amantes,
Que correm juntos e dançam um tango sobre a ponte.
A ponte dos amantes
É a nossa passagens para a outra margem…
Para um lado já existente,
Da nossa simples felicidade
Que passa pela pureza das almas cristalinas do rio…

24-12-2005
publicado por mithus às 00:07
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 3 de Dezembro de 2005

Quero-te, numa noite de Verão...

5brig.jpg (imagem retirada de - pesquisa google)

Quero te agora
Aqui para mim
Quero te a ti
Quero o teu corpo
A tua voz e as tuas glorias
Quero percorrer os remoinhos do teu cabelo
Procurar os teus segredos
No canto das tuas memorias…
Quero ser a tua melhor amiga,
O ser mais fiel que alguma vez imaginaste.
Quero tudo o que me tens para dar…
E terás tudo aquilo que sou…
Só para ti…
Como já sou…
Quero te a ti,
Agora!
Já!
Em mim,
Em ti,
Quero-te em mim,
Aqui…
Mostra-me o caminho,
Percorre o meu,
Vive em mim como já vivemos num só…
E tudo será como está…
Agora,
É já!
Quero-te…
Todos os dias
Quero o cantar das tuas mãos no meu cabelo,
A ternura dos teus beijos,
A doçura do teu mel
A percorrer o infinito que somos…
Somos a cor dos dias,
O céu azul e o bailado das flores numa noite pura de verão.
Somos a simples sedução…
Dos corpos,
Do amor,
Numa noite calma ao luar de Agosto…

Dedicado ao meu Amor, Nuno, à pessoa que Amo muito, com toda a força do universo...
publicado por mithus às 01:01
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. O dia em que os anjos per...

. Para "The Perfect Woman"

. É a ausência do visível, ...

. A história da ponte dos a...

. Quero-te, numa noite de V...

. Somos um

. Luz da minha vida...

. Imaginarium of the ALIEnS

. ...oo00O...ALIEnS...O00oo...

. A rosa da tua vida

.arquivos

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds